更新日:2020年12月03日

Imposto Residencial

O que é “Imposto Residencial”? 市・県民税(住民税)とは

   O Imposto Residencial (Juuminzei), também chamado de Imposto Municipal (Shiminzei) ou Provincial (Kenminzei), é tributado às pessoas que preenchem os requisitos abaixo:

○ Ter residência no município de Komatsu no dia 1º de janeiro do ano corrente;

○ Ter obtido renda entre 1º de janeiro e 31 de dezembro do ano anterior.

   Mesmo as pessoas que venham a sair de Komatsu no decorrer do ano deverão pagar o Imposto Residencial para o município de Komatsu, até a tributação do imposto no ano seguinte.

Formas de Pagamento お支払いについて

   É possível pagar através de boleto ou transferência bancária.

   Os locais e metódos abaixo estão disponíveis para pagamento através de boleto:

  • Bancos, cooperativas de crédito, agências dos correios etc.;
  • Lojas de conveniência;
  • Cartão de crédito;
  • PayPay.

 

   O imposto deve ser pago até sua data de vencimento. Ultrapassado o vencimento, serão acrescidos juros de mora. Caso o imposto permaneça inadimplido, o município poderá confiscar parte do salário, imóveis ou demais itens de valor, cobrando compulsioramente os valores devidos.

   Realizamos consultas acerca do pagamento. Entre em contato com a Divisão de Pagamento de Impostos (0761-24-8033).

Como interpretar o boleto 納付書の見方

O que fazer ao sair do Japão (pessoas que arcam com o próprio imposto) 市・県民税を自分で納付している方が出国する場合

   Antes de sair do Japão, consulte a Divisão de Pagamento de Impostos para: a) pagar todos os impostos vindouros que ainda não estejam adimplidos; ou b) informar um representante fiscal para pagar os impostos vindouros em seu nome.

   Ademais, verifique se não há impostos em aberto para com o município de Komatsu, e pague todos os valores antes de sair do Japão.

O que fazer ao sair do Japão (pessoas cujo imposto é descontado do salário) 市・県民税を給与天引きで納付している方が出国する場合

   Caso haja demissão atrelada à saída do Japão, e, até esse momento, seu Imposto Residencial era descontado diretamente de seu salário, requeira: a) que a forma de pagamento seja alterada de “desconto em folha” para “pagamento por boleto”; ou b) que todo o valor em aberto seja descontado em uma única vez no último salário a ser recebido.

   Ambas as opções devem ser informadas e discutidas com seu empregador.